Comodidade

Onde estamos

Doutor, e as Pulgas?    

     Não são poucas as pessoas que me procuram para solucionar de vez o problema das pulgas (e carrapatos) de seus bichanos.

Realmente a situação é grave. Primeiramente pensando na saúde do PET, que coça dia/noite e os contratempos que essas criaturinhas provocam.

     Feridas na pele, queda de pêlos, estresse, transmissão de endoparasitas (verme Dipylidium transmitido pela pulga), transmissão de vírus, bactérias e protozoários pelos carrapatos (como Encefalite, Erlichia, Babésia e Anaplasma)... Enfim, alem disto a transmissão para nós humanos.

     Mas voltando ao assunto, e aí.... O que fazer?  Bom, estes parasitas são exclusivamente ambientais, vivem e reproduzem no ambiente. Os animais e homens são a fonte de alimentação deles. Isto mesmo, não estranhe ao saber que dentro de casa estão lá estes insetos. Outro fato importante também é que pulgas/carrapatos não veem do sangue do cão ou gato... e sim transmitem doenças para o sangue ok? Também não é comida caseira quer faz aparecer pulgas e carrapatos nos PETS, e sim o ambiente contaminado. O alimento caseiro além de não ser "balanceado" para seu pet, aumenta a queda dos pêlos.

    É muito importante então pulverizar com inseticidas todos os locais que os animais frequentam, como por exemplo: areia, madeiras, rejuntes,  rodapés, muros de “chapisco”, semanalmente por, no mínimo, 30 dias. E o controle com produtos de longa ação nos cães (sprays, pipetas e coleiras). Lembrando que talcos, shampoos e sabonetes têm ação curta.

    Desta forma seu PET fica livre de doenças e você de preocupação!

 

 

Túlio Pires Marques